Conheça os 5 benefícios dos cochilos

facebooktwitterfacebooktwitter

benefícios dos cochilos

Cochilar no meio da tarde faz bem. Tanto é que cientistas estão começando a estudar e referendar os benefícios dos cochilos – coisa que na Espanha e no México já é sabido há séculos. Nesses países, a siesta (também conhecida como cochilo pós-almoço) é institucionalizada e, por isso, grande parte dos estabelecimentos comerciais fecham as portas das 13h às 15h.

Logo depois do almoço, o seu corpo concentra quase todas as energias que tem para fazer uma digestão correta do que você acabou de consumir. É justamente por isso que você sente aquela sonolência característica. Mas a ciência já mostrou que esse é o horário (entre as 12h e as 15h) que nosso corpo mais precisa de um descanso – em média sete a oito horas depois de acordar.

Ceder a essa vontade nada tem de preguiça. Aliás, ela traz inúmeras vantagens para o seu corpo. Os benefícios dos cochilos se mostram tanto na área cognitiva quanto na criatividade e até na saúde dos seu coração. Só que aqui mora um detalhe: a duração da soneca deve ser entre 60 e 90 minutos. Assim você consegue passar por todos os estágios do sono e tirar o melhor proveito da soneca.

Conheça 5 benefícios dos cochilos e entenda por que você deveria começar a considerá-los

1 – Aumenta a concentração

Um estudo promovido pela NASA concluiu que tirar cochilos breves faz maravilhas pela sua capacidade de concentração. Pilotos do órgão foram recomendados a dormir 20 minutos durante voos longos. O que ela viu com essa atitude foi um aumento de 34% na performance e impressionante melhora de 54% no estado de alerta.

Já cientistas australianos mostraram que 10 minutos já eram suficientes para melhorar a capacidade cognitiva por um período de até 155 minutos depois da soneca.

2 – Estimula a criatividade

Em vez de ficar se debatendo com uma folha em branco na tela do computador, cogite tirar um cochilo. Essa é a recomendação de pesquisadores. Eles avaliaram que os cochilos diurnos aumentam a atividade no hemisfério direito do cérebro, o mesmo responsável pela criatividade.

3 – Reduz o risco de doenças cardíacas

Quando dormimos,  nosso corpo sofre uma redução em suas atividades simpáticas. Ou seja, os vasos sanguíneos relaxam, o que consequentemente exige uma frequência de batimentos cardíacos menor. Esses fatores repercutem positivamente no nosso organismo, não sobrecarregando nem as artérias nem o próprio coração.

O resultado é tão real que a Escola de Medicina de Harvard estima que quem dorme no meio da tarde tem uma chance até 30% menor de desenvolver doenças coronárias.

4 – Melhoria na aprendizagem e na memória

Nesse caso, as sonecas longas (com até 1h30) são as mais recomendadas porque permitem que você alcance o sono REM – que é o responsável pela fixação da memória.

A tese de melhoria na capacidade de aprendizagem e memória foi confirmada em um estudo na Alemanha, onde os participantes foram testados com palavras e seus pares. Logo após, metade do grupo teve de assistir a um DVD enquanto a outra metade dormia. Quem fechou os olhos por alguns minutos mostrou um desempenho na lembrança das palavras e seus pares até cinco vezes melhor do que seus parceiros.

A justificativa dos pesquisadores para esse fato é que ao longo do sono o hipotálamo (região no cérebro associada à transferência e consolidação de informações aprendidas) é superutilizada.

5 – Aperfeiçoamento do humor

O humor não é necessariamente um dos benefícios dos cochilos que a ciência estuda, mas é uma situação real. Isso porque além de reduzir o estresse ao fazer você relaxar e esquecer os problemas do dia, a soneca também diminui os sintomas de irritação. E você fica com o humor mais calmo e feliz.

cta-guia-completo-colchao-arq-do-sono

facebooktwitterfacebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *