Colchão de látex ou colchão de visco: qual o melhor?

FacebooktwitterFacebooktwitter

Qual o melhor? O colchão de látex ou colchão de visco? O que é mais importante para você? Saúde? Conforto? Durabilidade? Nós decidimos comparar estes dois campeões de vendas que, apesar do sucesso, são bastante diferentes entre si. A proposta é deixar que você decida qual o melhor para as suas necessidades.

Colchão de Látex ou Colchão de Visco

Colchão de látex | Colchão de visco

Você provavelmente sabe disso

  1. Colchões de visco são conhecidos pelo alívio da pressão nas articulações e pelo conforto que proporciona. Porém, são produzidos com muitos produtos químicos.
  2. Colchões de látex são conhecidos por serem duráveis, amigos da natureza e saudáveis, mas que não premiam tanto o conforto.

Quadro de comparação: colchão de látex ou colchão de visco. Qual é o melhor?

Visco x Látex

Colchão de látex ou colchão de visco?

Colchões de látex costumam ser comercializados por lojas especializadas em camas e colchões, sendo mais difíceis de se encontrar em magazines. Isso acontece porque são produtos considerados mais saudáveis, o que exige um treinamento um pouco mais técnico dos vendedores. Estes colchões, por serem fabricados com matéria-prima natural, são considerados os colchões mais amigos da natureza.

Colchões de visco superam a performance dos colchões de látex em todos os testes para medir o conforto, como circulação sanguínea apropriada, o alívio dos pontos de pressão é um dos mais claros sinais de conforto. O colchão de visco oferece ao seu corpo a superfície de maior conforto disponível no mercado, com a melhora na circulação sanguínea e o suporte para as articulação sendo seu grande diferencial.

Fazer esta escolha, seja pela saúde e pela natureza (colchão de látex) ou pelo conforto (colchão de visco) nunca foi uma tarefa fácil e sempre se traduz em um dilema para os consumidores.

Quadro de comparação latex e visco

O que é a espuma de látex e por que ela não é muito utilizada?

Espuma de látex é um tipo de espuma desenhada para durar mais do que as espumas tradicionais. Ela pode ser produzida usando ingredientes naturais ou sintéticos.

Existem três tipos diferentes de espuma de látex:

  1. Látex 100% natural
  2. Híbrido de látex
  3. Látex 100% sintético

O látex 100% natural é obtido através do processo de extração da seringueira. É raro de se encontrar e por isso se torna um produto valioso. Tem como grande benefício a durabilidade, que, se bem conservado, pode tranquilamente superar os 15 anos de utilização normalmente quando encontrados no mercado. Os colchões com ditos de látex natural normalmente possuem uma camada de 2 cm a 5 cm de látex natural na parte superior do colchão.

Maneiras diferentes de se fazer um colchão de látex:

A seiva é removida da arvore seringueira (Hevea brasiliensis) é coletado e processado em látex. O produto final deste processo é usado para fabricar colchões e travesseiros de diversas formas. Conheça abaixo os dois processos utilizados para se fazer um colchão de látex:

1) Processo Talalay
O processo Talalay de se fazer látex resulta em uma espuma com toque macio e aveludado. Componentes sintéticos e ar são adicionados quase sempre a este processo. Látex 100% natural no processo Talalay é muito raro, e a maioria dos colchões de látex deste processo encontrada no mercado é do tipo híbrido.

2) Processo Dunlop
O processo Dunlop de se fazer látex cria uma espuma de sensação firme.

“Ambos, Talalay ou Dunlop podem ser produzido com látex 100% natural.”

Dunlop x Talalay – clareando a informação

Frequentemente ouvimos pessoas dizendo que o Talalay é um látex superior ao Dunlop. Isso é falso. Confira o porquê.

O látex Dunlop foi introduzido ao mercado nos anos 1950. O objetivo não era criar uma espuma natural, mas, sim uma espuma de longa duração e com uma sensação mais consistente do que as outras espumas encontradas no mercado.

Espuma de látex Talalay foi desenvolvida logo depois e se saiu melhor do que a espuma Dunlop: mais macia, mais durável e com uma sensação ainda mais consistente. Para conseguir este feito, foram utilizados 50% mais ingredientes naturais, substituindo a matéria-prima sintética. Lembre-se: “natural” não era a preocupação na época. O foco estava nas propriedades da espuma.

Com a melhora da tecnologia disponível, o látex Dunlop evoluiu e cresceu em termos de performance, durabilidade e consistência.


cta-fale-com-um-especialista-orcamento-arq-do-sono

Colchão de látex ou colchão de visco? Conheça abaixo as opções de colchões de visco e de látex da Arquitetura do Sono: 

Colchões de visco:

Colchão magnético Fly Confort: além da camada de conforto em visco, possui pastilhas de magnetos e infravermelho-longo.

Colchão de molas VittaBagged Fly Confort: conta com molas Vittabagged e camada de conforto em visco.

Colchão de molas Vittabagged Black Garnet: configuração similar ao Fly confort tem camada de visco dupla.

Colchões de látex:

Esta linha prioriza, além do extremo conforto, a individualidade dos movimentos durante o sono.

Colchão de látex – Double Pocket Gel: látex + látex gel + 2 molas pocket.

Colchão de látex – com molas pocket: látex + molas pocket.

Colchão de látex mais Pocket Active Zone: látex + molas pocket Active Zone.


Chegou a uma conclusão? Qual o melhor: colchão de látex ou colchão de visco? Deixe seu comentário abaixo. E, se quiser, compartilhe este artigo nas redes sociais.


 

FacebooktwitterFacebooktwitter

10 thoughts on “Colchão de látex ou colchão de visco: qual o melhor?

  • Compreendo que quase todos os “industriais” do ramo, são por cretinice e egoismo incapazes de usar produtos naturais nos colchoes a ex: o Latex da sirigueira, preferem usar o latex sintético e quando lhes perguntamos se o latex que tanto apregoam e natural, dizem prontamente que e 100% natural, como não temos possibilidades de o testar e bem melhor escolher o visco para não fazermos o papel de estúpidos.
    Muito obrigado pela v/ real e honesta informação.
    Mais uma vez, grato pela v/ simpática informação e tenham todos muita saude.
    Cumprimentos,
    F. Silva

  • olá Domingos,
    Nós é que agrademos sua participação, sempre que você tiver alguma sugestão ou comentário, sinta-se livre para compartilhar estamos aqui para trocar ideias e enriquecer a informação, Aqui na Arquitetura do Sono temos um lema,
    “quem troca uma ideia ganha duas”
    Obrigado por participar conosco.

  • Tenho dores nas costas, principalmente ombros e cervical, não sei mais que colchão comprar para cuidar da coluna sem perder o conforto
    Já tive um de latex da king koil e achei bem desconfortável, qual seria o melhor para circulação e articulações sem descuidar da coluna?

  • Estou comprando um Coixao de puro latax natural pois tenho dificuldade de dormir em colchões de molas e acordo sempre com a coluna doendo.o puro látex é indicado ??

  • Olá Paulo, Aconselho a não comprar um colchão 100% de látex, pois ele não dará o suporte necessário para sua coluna. O mais indicado, no seu caso, seria um colchão de látex híbrido. Este tipo de colchão te dará suporte para coluna, mantendo-a alinhada, e também conforto para ombros e quadril.
    Você pode conhecer mais sobre este colchão de látex hibrido clicando aqui > Colchão de Látex Híbrido

    Uma segundo opção, seria um colchão de espuma Densidade Progressiva, que você pode conhecer mais clicando aqui > Colchão de Espuma Densidade Progressiva

  • Há colchões com as duas tecnologias juntas, latex e visco? Minha esposa tem problemas na coluna (hérnia de disco) e fibromialgia, qual o melhor, latex , visco ou densidade progressiva?

  • Olá Vander! Em lojas convencionais você não encostrará fácil um colchão como este, com visco e látex! Nós podemos confeccionar um colchão especial para você e sua esposa, atendendo as necessidades e gosto do casal!
    Normalmente para quem tem fibromialgia, indicamos um colhão de densidade progressiva com perfilado e camada de conforto em visco elástico! Caso tenha interesse, envie um email para contato@arqdosono.com.br solicitando um orçamento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *