Uma boa noite de sono pode ajudar a reduzir o risco de câncer de mama

FacebooktwitterFacebooktwitter

O câncer de mama é o carcinoma mais comum entre as mulheres, com mais de 57 mil casos registrados anualmente no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). O tumor mamário não apresenta sintomas em sua fase inicial e é difícil detecta-lo precocemente, afetando uma em cada oito mulheres durante seu tempo de vida.

Está doença pode provocar depressão, perda das mamas, linfedema e representa um risco à vida das mulheres. Por isso é tão importante as campanhas e mobilizações para que haja a prevenção e diagnóstico precoce e desta forma aumentarmos as chances de cura.

reduzir o risco de câncer de mama

 

Qualidade do sono na prevenção ao câncer de mama

Para a prevenção, o Inca orienta que as mulheres façam o autoexame através da auto palpação e, entre os 50 e 69 anos, façam mamografia a cada dois anos. Algumas entidades, como a Sociedade Brasileira de Mastologia, recomenda a mamografia anualmente para mulheres acima de 40 anos de idade.

O fato que muitas pessoas desconhecem é que ter uma boa noite de sono pode ajudar a reduzir o risco de câncer de mama. Uma pesquisa brasileira (veja aqui) realizada na faculdade de medicina de São José do Rio Preto apontou que a melatonina, hormônio do sono, é capaz de inibir o crescimento de tumores como o câncer de mama.

O hormônio do sono, produzido naturalmente pela glândula pineal, é fundamental para regularizar o relógio biológico, sono, fome e diversas funções no organismo. E estudos científicos relacionaram o trabalho noturno com o aumento do risco de câncer de mama, mostrando que mulheres que apresentam deficiência na produção deste hormônio podem ser mais suscetíveis a doença

Desta forma, mulheres que dormem bem conseguem produzir melatonina de forma regular e, consequentemente, diminuem o risco de ficarem suscetíveis ao risco do câncer de mama.

Como ter um sono melhor e prevenir?

Ter um sono de qualidade depende de alguns fatores muito importantes e além da prevenção ao câncer de mama, estudos neurológicos comprovam que dormir de 6 a 8 horas por noite reequilibra as funções vitais e causa mais benefícios do que imaginamos.

Para você ter um sono melhor  e reduzir o risco de câncer de mama, preparamos algumas dicas:

Crie uma rotina.

Tenha um padrão e mantenha a rotina.  Vá para a cama e acorde todos os dias no mesmo horário. Se você gosta de dormir até mais tarde nos finais de semana, dê a você 30 minutos ou uma hora a mais, porém não mais do que isso.

Cuide da sua alimentação.

Para ter uma boa noite de sono é necessário também cuidar da alimentação. Aquilo que sua avó dizia – “Não vá deitar logo depois de comer” – está certo, é importante que você espere ao menos uma hora após a refeição para ir dormir. Além disso, evite comidas pesadas à noite. Dê preferência para alimentos mais leves, sem muita gordura e condimentos.

Eletrônicos fora do quarto.

Mantenha os computadores, TVs e outros aparelhos fora do quarto. Eles são distrações do mundo moderno e a luz azul emitida por telas e monitores irá interromper a produção de melatonina e interferir no sono.

Encontre o colchão e travesseiro ideal

Por mais que pareça um detalhe simples, o colchão e travesseiro podem ser nossos grandes aliados ou nossos maiores inimigos.

Se estivermos dormindo em um colchão inadequado, seja por ter uma densidade abaixo da que necessitamos ou alta de mais para nosso padrão corpóreo, certamente estamos sujeitos a ter uma péssima noite de sono. Já o travesseiro ideal deve ter a altura ideal par ao seu biotipo e garantir o relaxamento.

Gostou deste artigo? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras mulheres a compreenderem a importância de uma boa noite de sono na prevenção ao câncer de mama.

 

CLIQUE-AQUI

FacebooktwitterFacebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *